***PRIMERS***

Oi gente!!! Tudo bom?

Hoje vamos conversar sobre primers.

Quando comecei em 2014, esse produto foi novidade pra mim. O primer tem a função de fazer com que a make dure mais. Ele também ameniza os poros e as linhas de expressão. Essas são as principais funções que encontramos nesse produto. Mas, com tanta variedade no mercado, ele acabou agregando outros benefícios como hidratar a pele, efeito blur (leve preenchimento de rugas e linhas de expressão), deixar a pele matificada ou aveludada, etc.

É muito importante saber qual seu tipo de pele e o que você deseja do produto.

Eu, por exemplo, tenho pele mista/ oleosa, por isso tenho como prioridade o controle da oleosidade, amenizar os polos dilatados e deixar a pele matificada.

Mas não foi fácil chegar nesse resultado. Testei vários produtos, e ainda testo, pois estou sempre em busca de um produto que me surpreenda.

Existem diversas texturas de primers, mas eu só testei os siliconados e os em cremes, que são mais acessíveis. Mas existe primer em pó, em bastão e em spray.

Confesso que os siliconados dão um resultado melhor na minha pele, porém não me sinto confortável. Parece que a pele fica pegajosa, sabe? Não sei explicar, mas não gosto muito da sensação quando uso ele, por isso eu evito.

Agora os em creme são vida! kkkkkkkkk

Sinto minha pele macia, sedosa… mas acho que isso é mais questão de gosto, né? Os siliconados são mais eficientes no disfarce dos poros do que os em creme. Mas mesmo assim, eu prefiro os cremosos.

Testei esse primers:

Dailus: Sei que a Dailus lançou ano passado um outro primer. Mas este ainda está no mercado, só que com uma nova embalagem. E sinceramente? Foi o pior primer que usei. Se você não espalhar bem, onde fica acumulado resseca e fica repuxando a pele. Não disfarça os poros, não segura a oleosidade e não mantém a make.

Avon: Não gosto muito das maquiagens da Avon, pois não seguram a oleosidade. Mas como estavam falando bem desse primer, resolvi testar. E me surpreendeu! Produto BB (bom e barato). Deixa a pele bem gostosa, disfarça os poros e ajuda a segurar a oleosidade e a make.

MAC: Na primeira impressão não me agradou, mas como sou teimosa, usei mais algumas vezes. É em creme e tem um brilho bem suave, mas tem. Depois que ele seca, parece que não tem nada na pele. A única coisa que percebi foi que ele segura bem a oleosidade, mas de resto não vi nada demais. Ganhei uma amostra quando comprei a base pelo site.

Mary Kay: Esse foi o segundo primer que comprei. Ele é clarinho, mas não chega a ser siliconado. É um dos meus favoritos. Não pesa, não fica grudento, disfarça bem os poros e deixa e pele matificada.

Natura: Só uma palavra: MARAVILHOSO!!! Gente! Que produto top! Ele é perfeito. Sem dúvida é o meu favorito dos favoritos. Deixa e pele aveludada, disfarça as linhas e os poros, textura em creme e tem um cheirinho super agradável. Nyx: Primeiro primer importado que eu usei. Apesar dele ser siliconado, gostei muito dele. Executa muito bem suas funções, principalmente em relação à duração da make.

Quem Disse Berenice: A marca tem dois primers, e esse foi o super lançamento. Fiquei enlouquecida, pois promete efeito blur. Dinheiro jogado fora. Ele é siliconado e como disse lá no início, não me sinto confortável. Eu usava só ele, sem base, e no meio do dia sentia a pele pesada.

Elf: Outro primer siliconado que deu super certo pra minha pele. Não fica grudento, disfarça bem os poros, controla a oleosidade e segura a make. Um dos primers pra vida, com certeza.

 Bom, essa foi minha experiência com primers. Quero testar o da Revlon, mas tenho muitos, então vou esperar um pouco…eu acho. Claro se aparecer uma promoção, ai não dá, né nom??? kkkkkkkkkkkk

Espero que tenham gostado do post e compartilhem com a gente qual primer vocês usam, já usaram e o que acharam.

Bjo Bjo!

A IMPORTÂNCIA DO TÔNICO/ADSTRINGENTE.

Oi gente! Tudo bem??
Hoje vamos falar de tônico/adstringente.
Mas afinal, qual a diferença?
A função dos dois é a mesma, porém o adstringente tem ingredientes que ajudam a controlar a oleosidade. Por isso o tônico é indicado para quem tem pele normal ou seca e o adstringente para pele mista ou oleosa.
Mas pra que serve?
O tônico/adstringente tem a função de remover as impurezas (sujeiras) que o sabonete não removeu, restabelecer o PH da pele, eliminar possíveis toxinas, melhorar a micro-circulação na superfície cutânea, suavizar, acalmar e refrescar a pele. Sim! O sabonete não remove toda sujeira que deveria!

Atualmente estou usando este adstringente e estou adorando!
Atualmente estou usando este adstringente e estou adorando!

É comum, nos primeiros dias, sentimos o rosto “esquentar”. É só o sangue que está circulando mais rápido, não é reação alérgica não, tá?
Hoje as pessoas não tem muito os costume de usar tônico/adstringente ou optam por usar sabonetes tonificantes, mas não é a mesma coisa, pode fazer o teste. Ele é essencial para a limpeza completa da pele.
O tônico/adstringente deve ser usado após a limpeza e antes do hidratante. Imagina o hidratante agindo profundamente na pele? Show né?
E pra quem usa maquiagem, não pode ficar sem. Pois se a pele não for bem limpa, pode haver irritações e aparecimento de espinhas ou inflamações.
E vcs? Usam tônico/adstringente? Qual marca?

Bjo bjo.

Corretivos: Parece simples, mas não é. (Pra mim não foi)

Oi gente!!! Tudo bem?

Hoje vou falar da minha experiência com corretivos.

20160808_212611

Eu já tenho 37 anos (com carinha de 15, claro!), e pelo fato de não ter cuidado da minha pele desde cedo, acabei adquirindo algumas linhas de expressão ao redor dos olhos. Fui na dermatologista pra ver se poderia ser feito algo sobre, mas ela me disse que, as linhas profundas só somem com aplicação de botox (abafa!). As linhas suaves (finas) tem como amenizar com creme específico para a área dos olhos. E dependendo da pele, podem sumir. Mas meu problema não eram só as marcas de expressão. Também sofro muito com olheiras. Sempre tive olheiras fortes, e difíceis de disfarçar. Olha que bacana: logo os dois problemas que mais atrapalham pra escolher o corretivo.

Quando eu achava um corretivo que não acumulava nas linhas, eu não achava a cobertura boa… Quando cobria do jeito que eu queria, ou acumulava nas linhas, ou não durava muito tempo… Frustração mode on!       20160809_214957 20160809_215013

E vou ser sincera: eu não tenho muito dinheiro pra investir em produtos caros. Assistia resenhas nos blogs e no youtube de produtos acessíveis e fui comprando os que estavam dentro do meu orçamento. Até mesmo porque, não é só corretivo que eu compro…. Sou a louca do corretivo, a louca da base, a louca dos pincéis….(mas esses são assuntos para outros posts).

Mas, depois de dois anos na busca, achei 4 corretivos que me satisfazem nas minhas duas exigências: cobertura e não acumular nas linhas.

Mas antes vou falar um pouquinho do todos os corretivos que eu comprei:

20160808_212704Natura Una cor Claro e cor Médio: Esses foram meus primeiros corretivos. Eles tem uma cobertura ótima, porém acumulam nas linhas. São bem sequinhos, o que dispensa o uso de pó.

20160808_212803Tracta cor Médio 4 (fórmula antiga), Tracta Efeito Matte  cor Médio: Fiquei conhecendo esses corretivos pela Luciane Ferraes (Maquiadora e Blogueira). O da fórmula antiga era o corretivo da vida pra ela, mesmo ele sendo extremamente oleoso. E realmente é. Cobertura impecável, mas por causa da oleosidade é preciso usar pó, o que faz com que as linhas fiquem mais aparentes do que já são. Esse ano a Tracta lançou a versão matte, que foi super esperada, desejada e aprovada pela grande maioria das blogueiras. Porém, em mim, ele marcou muito nas linhas de expressão (que saco, né?)

20160808_212951Natura Aquarela cor Bege Médio 02: Comprei esse corretivo por ele ser o “primo baratinho” do corretivo da NARS. Mas errei na cor. Minha pele é amarelada e ele é rosado. Já encomendei um tom abaixo e um tom acima, mas estou na dúvida se os tons vão dar certo. Sobre a cobertura, até que gostei, e ele não acumulou muito nas linhas não. Porém a durabilidade não foi muito favorável. Depois de umas duas horas, percebi minhas olheiras aparentes. Sim! Sou chata!

20160808_213026Quem Disse Berenice cor Salmão e cor 3: Corretivos de Alta Cobertura! Opa! Agora vai! Mais ou menos… Vamos primeiro ao cor 3: ficou um pouco escuro para o meu tom de pele, creio que a cor 2 ficaria bom. Realmente é de alta cobertura, mas por ser mais denso, acumula nas linhas e mostra as que anda vão aparecer…kkkkkkk… Agora a cor salmão, é top! E não acumula muito nas linhas, o que me deixou bem satisfeita. Lembrando que ele deve ser usado antes da base.

20160808_213126Mac Select Cover-Up cor NW35: Aqui tive que desembolsar um dinheiro… mas comprei em promoção com uma amiga. E sim! É top! Cobriu minhas olheiras super bem e acumulou mínima coisa. A cor deu super certo. Uso só ele, sem pó e sem base.

yellowMary Kay cor Yellow: Confesso que não botava muita fé, mas não é que ele funciona!! Por ser mais líquido do que o salmão da QDB, ele acumulo muito pouco, mas muito pouco mesmo. Também para ser usado antes da base, funciona até com Bbcream.

20160808_213825BBCREAM para Olhos Loreal cor Clara: Quando se fala em Bbcream o que vem na mente? Cobertura leve né? Só que neste caso, não mesmo! O bichinho cobre e cobre bem!!!! E sem contar nos outros benefícios que ele tem. Também uso só ele, sem pó e sem base. Sobre acumular nas linhas de expressão, nem me importei, pois foi tão mínimo que me deixou feliz.

Então esse são os meus corretivos da vida, pelo menos até agora…kkkkkkk20160808_213342Para uma cobertura ultra mega master blaster, combino um dos coloridos com o cor da pele, e fica mara! Não fica com acúmulo de produtos e disfarça muito as minhas olheiras.

Ontem, 08/08/2016, assisti um vídeo da Juliana Rakoza sobre corretivos. E ela, que está há 10 anos no ramo da maquiagem, disse que não tem milagre para o corretivo e a base não acumular nas linhas de expressão ou nas rugas. Tem que cuidar da pele para que as linhas/rugas fiquem amenizadas e assim acumular o menos possível. Então tá né? Vamos continuar com o tratamento da dermato (ai meu bolso).

Espero que vocês tenham gostado do post e peço que não reparem muito na qualidade das fotos, sabe comé… no início a gente se vira com o que tem…o celular…kkkkkkkk.

Sei que ficou faltando as fotos mostrando os corretivos no meu rosto, mas o dia foi meio corrido e não consegui tirar. E eu não queria deixar vocês esperando… Na minha página no Facebook (Van Souza MakeUp) vou colocar as fotos comparando os corretivos, mas não sei quando, tá?

Deixem nos cometários a experiência de vocês com corretivos. Quero muito saber quais produtos vocês usam, já usaram e o que acharam.

Bjo bjo!

 

MCC Pipoca: Hush – A morte ouve

E aí pessoas, tudo bem com vocês?

Bom, dentre inúmeras coisas que eu poderia falar aqui no meu primeiro post de fato (sem contar a apresentação, obviamente), resolvi falar de uma das minhas paixões: filmes de terror!

Isso mesmo, caro leitor. De Nosferatu a Jason, de Boneco Assassino a Ecos do Além, todos temos algum filme marcante em nossas vidas, não é mesmo?!

Pretendo nos próximos posts falar sobre a evolução de alguns filmes, como zumbis, vampiros, espíritos e serial killers. Todavia, neste primeiro momento, resolvi falar de um filme muito bacanudo que está diponivel no Netflix (obrigada!!!!).  Trata-se do filme HUSH –  A morte ouve!!!

Classificado como terror/suspense (mas eu prefiro classificar como “precisando colocar a almofada na cara para não ver o filme”), este filme estreou no dia 08 de abril p.p. e me aguçou os sentidos pela sinopse. (Ah !!! Vale destacar que ele não saiu nos cinemas tá, então nada de mimimi que não viu esse filme em cartaz. Ele saiu direto no Netflix.)  É mais um filme da Blumhouse Productions, já conhecida por filmes como Atividade Paranormal, Sobrenatural, A Entidade, Uma Noite de Crime e As Senhoras de Salem, mas, de longe, Hush mostra sua superioridade.

Vamos ao que todo mundo fala sobre o filme: Maddie, interpretada por Kate Siegel, é uma jovem escritora que perdeu a audição/fala na adolescência  em decorrência de uma meningite e, reclusa numa casa no meio do nada (não filha, não faz isso com a tia aqui), ela passa a ser torturada por um psicopata até que ELE, sim ELE, decida matá-la.

Ok, até aí tudo bem, mas vamos à grande sacada do filme: ele já começa com sons de cozinha, tipo, cortando algum legume, acendendo a chama do fogão, essas coisas … mas será que o diretor vai te colocar na perspectiva da mocinha? Ficar sem ouvir nada durante o filme? E sim, amiguinhos, a resposta é SIMMMM! Existem tomadas que você tem os sons que o psicopata ouviria e tomadas em que você não ouve absolutamente nada, assim como a escritora.

Agonia? Sim! Desespero? Também! Me surpreendeu? Obviamente!

Bom, fazia tempo que eu não assistia algum filme realmente bom assim.  Depois de Babadook e Djin, poucos filmes me surpreenderam,  e eu não estava levando muita fé nesse título aí.

O que temos no filme? Uma mocinha, como já disse, surda e muda, escritora, que mora sozinha, no meio do nada. Segredo de sucesso! A essa altura do campeonato, você já está berrando: pega uma arma (putz, ela não tem uma arma…), sai correndo, se esconde, foge, sei lá, invoca uma entidade aí … e eis a questão: por ter uma vocação natural para contar histórias, Maddie ouve vozes internas sobre possíveis finais de seus livros, o que dá a ela uma perspectiva fantástica sobre os fatos. (observação: sempre ter uma arma se você morar afastado de todo mundo, vários filmes de terror comprovam essa anotação, ok?!)

De outro lado, temos o psicopata mascarado, interpretado por John Gallagher Jr.,  que tem uma síndrome de Daryl do TWD e anda por aí com uma besta, inclusive anotando na arma quantas vítimas já fez. Porém, ele dá mais medo quando está mascarado. Apesar dele ser sádico e outros nomes que eu adoraria pronunciar aqui, a máscara dava um medinho a mais. Mas isso não será o suficiente para tirar a graça do filme.

SPOILER ALERT!!!! Gente, só para constar, tem uma cena que ele vai tentar atacar a gata da Maddie (bichana fofa, linda, chamada BITCH – e sim, no filme aprendemos a falar vadia em libras e eu adorei!), e isso já é o suficiente para odiar o psicopata.

A trama se desenvolve bem e tem seu ápice na luta direta de Maddie com o ex-mascarado. O assassino é tão, mas tão f** que ele mata a vizinha e melhor amiga da escritora e ainda usa o corpo da jovem para bater na janela da casa da mocinha e deixá-la ainda mais em pânico. Ele deixa claro que vai aterrorizá-la até que ela não queira mais viver, somente assim ele entrará e saciará sua sede de sangue.

E aí, curiosos para ver o desenrolar desse filme e o seu final?

Deixo a vocês o gostinho de quero mais com o trailer logo abaixo.

 

Um grande beijo,

Mariana

 

Protetor solar mate: será que funciona?

No primeiro post do blog, a Vanusa já nos falou da importância de ter uma pele bem cuidada para a maquiagem durar mais.

E um dos cuidados fundamentais, é o uso do protetor solar. Não tem desculpa e não tem preguiça que justifique ficar sem utilizar esse item, pois não é só questão de estética, mas também de saúde.

Porém, quem tem a pele oleosa sempre fica receoso achando que a pele vai ficar brilhando mais ainda. E nessas horas, sempre surge alguém falando para comprar algum protetor oil free, matte, etc.

Mas será que todos que tem essa classificação realmente valem o investimento?

Claro que tudo varia de acordo com cada pessoa e por isso trouxe alguns exemplos de protetores que já usei e vou contar para vocês a minha experiência com cada um deles.

IMG_3202

Vamos começar com meu queridinho do momento, o Ultra Sheer Dry Touch da Neutrogena.

Ele promete rápida absorção e pele sequinha. Vem com 88ml e custou cerca de 10 dólares.

A pele realmente fica sequinha com a sensação de não estar usando nada. Não fica extremamente seco a ponto de repuxar, e a maquiagem aplicada sobre ele não esfarela.

Acredito que ele se adapte desde as peles secas até as oleosas, pois minha pele é oleosa, mas no frio fica super seca e mesmo no inverno americano a pele ficava bonita com ele.

IMG_3199

Outra opção que gosto bastante, é o Minesol Oil Control, da Roc.

Ele tem uma consistencia de gel creme. A pele fica bem sequinha com ele, da para usar maquiagem sem esfarelar e não tem cheiro. Mas como nada é perfeito na vida, o precinho dele incomoda bastante!!! rs Custa em torno de 80 reais e a bisnaga contem 50 gramas.

Acredito que para quem tem a pele super seca, ele possa ficar repuxando, então indico mais para peles normais, mistas e oleosas.

IMG_3197

Mais uma opção que promete ser toque seco, é o protetor da Nivea. Cumpre? Na minha pele não rsrs

Gostei de usa-lo no inverno, onde a pele estava mais ressecada. Por isso não indico para quem tem a pele mista ou oleosa.

O preço é muito bom, em torno de 40 reais pelo frasco de 50ml.

Se não puder investir no minesol ou no ultra sheer, ai sim recomendo usar o nivea… nada que passar um pó por cima não resolva o brilho que ele deixa.

IMG_3196

Agora vem um protetor que eu ainda não sei se gosto ou não rsrs

É o Actsun Color. Possui agua termal na formula, vitamina E, é sem perfume e é hipoalergênico, super bom né??

Ele não promete ficar sequinho, mas acho que fica sequinho sim na pele. Outra vantagem é o preço, que varia em torno de 50 reais por 60ml.

A grande desvantagem é que se você for branquinha, vai parecer que você está utilizando uma máscara. Se for muito morena, não sei se vai se adaptar também. O ideal seria se você pudesse testar a cor antes de comprar para não errar, já que ele é vendido em apenas um tom, e no brasil temos 8726354842 tons de pele rs

IMG_3198

Outro protetor que comprei pela promessa de fórmula sem óleo e efeito mate, é o Renew Multibenefícios da Avon.

A fórmula pode até ser sem óleo, mas a pele fica brilhando demais. Nem no frio (quando minha pele fica seca) eu gosto de usa-lo.

O preço é bom, variava de 20 a 46 reais dependendo do catalogo, e vem com 50g.

Para não perder o investimento, eu uso esse protetor no pescoço e braços.

IMG_3200

O Invisilight da Loreal, eu também comprei pela promessa de ser “leve e invisível”. Pura ilusão.

A pele também ficou brilhando e possui a desvantagem de ter cheiro, o que me incomoda muito, pois em dias que a rinite já está atacada, não da nem para chegar perto.

Custa em torno de 40 ou 50 reais e vem 50g; e para não perder o investimento também, acabo utilizando-o no pescoço e nos braços.IMG_3201

 

Além desses, já usei o Filtrum, o Actine, o Episol, o Capital Soleil, o Anthelios e o Fluido da Adcos; mas esses vão ficar pra um próximo post.

Não deixem de comentar qual a relação de vocês com o protetor solar, ok? Qual vocês gostam, qual vocês odeiam, qual vocês me recomendam testar, etc.

Cardápio do Dia: Clubhouse Mushroom Dijon

Olá gente faminta por conteúdo. Eu sou Ricardo Koto e no cardápio de hoje temos: Clubhouse Mushroom Dijon
Lembrando apenas que isso não é uma crítica culinária, apenas um relato sobre minha experiência como consumidor de calorias.

Então, vamos lá!

A ESCOLHA: como estava querendo provar um novo sabor, a escolha recaiu sobre o último sanduíche lançado pela rede do palhaço. O Mushroom Dijon. Um sanduíche da linha Signature, uma linha de produtos gourmetizada. De cara dá pra perceber que se trata de um produto diferenciado pelo pão (tipo brioche – um pão mais fofinho e com casca brilhante) e pela apresentação do lanche, que vem numa caixinha maior e vem embalado.

expectativa

O PREÇO: o combo normal está R$ 29,90 – com batata e bebida médias (sim amigos, um lanche do palhaço está quase 30 temers).

A ESPERA: o lanche é gourmet, eu já esperava uma “espera” maior… mas a espera parece eterna quando se está com fome.

O SANDUÍCHE: como já dito antes, o sanduíche veio numa caixinha um pouco maior (mesmo tamanho do Angus) e envolto em papel. São 02 (dois) hambúrgueres, cebolas caramelizadas, cogumelo de Paris, mostarda Dijon com sementes, queijo emmental e bacon rústico.

COMENDO: é um sanduíche com o pé na França. O cogumelo de Paris (ou champingnon para os mais íntimos) e a mostarda Dijon sobressaem no sabor. Comer os pedacinhos de cogumelo que ficam na caixinha é um ato de coragem, considerando que para mim ele tem um sabor levemente adocicado. A carne (a mesma do Angus, de acordo com uma fonte segura), tem o gosto de carne tradicional dos sanduíches do palhaço (entendam como quiserem). O bacon rústico, e as cebolas caramelizadas dão uma crocância ao conjunto. O pão, fofinho, harmoniza sem se destacar e o queijo foi um detalhe à parte: eu nem senti o gosto, mas sabia que estava lá a sei que faria falta…

OPINIÃO: sou suspeito para falar. Quem me conhece sabe que como no palhaço várias vezes ao mês. Seja por preguiça, por falta de opção ou por gostar mesmo. Se você gosta de mostarda, vale muito a pena. Se você gosta de cogumelo também… para mim foi apenas um almoço com colegas de trabalho. Não repetiria a escolha. Da próxima vez ficarei com meu velho e querido Quarteirão com Queijo (um clássico é um clássico).

MENÇÃO HONROSA: babatas rústicas. Cortadas em formato de meia lua, com aspecto de ainda ter a casca, douradinhas e levemente apimentadas, valem a pena o custo de R$ 2,00 a mais no preço da batata média.

E é só…

Até o próximo cardápio.

Porque minha maquiagem não dura???

Oi gente!!! Tudo bem?

Quando comecei a me maquiar, foi a primeira pergunta que eu fiz: Porque minha maquiagem não dura? Então fui buscar informações em sites e blogs e todos falaram a mesma coisa: CUIDAR DA PELE!

Pensei que poderia ser por causa dos produtos, afinal eu comecei comprando produtos nacionais e não tão caros. Mas não são deles a culpa.

Adotei uma rotina de cuidados diários com a pele do rosto com produtos Mary Kay e passei a ir na esteticista fazer um tratamento para manchas, pois tenho muito melasma (manchas causadas pelo sol). No começo bate aquela preguiça monstra de limpar, proteger e hidratar o rosto duas vezes por dia, todos os dias… Mas no pain, no gain! E não é que virou costume?

Com o cuidado diário da pele o PH fica controlado e a pele fica hidratada. Mas pele oleosa precisa hidratar?? SIM!!! Hidratação não tem nada a ver com óleo, e sim com água, e outras coisitas más. Pele bem hidratada e com o PH controlado não peoduz oleosidade em excesso e faz uma diferença gigante na make. E o uso do protetor solar ajuda a não aparecer mais manchas e a não escurecer as que já existem.

Mas é claro que você tem que usar os produtos específicos pro seu tipo de pele, senão não vai adiantar de nadica. A mesma regra vale para os produtos de maquiagem. Pele normal à seca se dão bem com produtos mais hidratantes. Já a pele mista ou oleosa se dão bem com produtos livres de óleo e matte. Não que uma pele normal não posso usar um produto livre de óleo. Mas usando o produto certo, a chance de ter uma make mais bonita e duradoura é muito maior. E pode acontecer do produto não se adaptar à sua pele. Eu sei, é muita coisinha que  dá até desânimo, né? Mas não desanima não, mulher! No final dá tudo certo!

Depois da pele limpa, tonificada, protegida e hidratada é hora do primer! Pode não parecer, mas esse produto ajuda muito na fixação da make. Percebi que pra mim, que tenho pele mista, os primers siliconados (aqueles transparentes) não deixam minha pele tããããããooo lisinha quanto os mais cremosos (aqueles branquinhos). As funções são: deixar e pele aveludada, corrigir pequenas imperfeições (como fechar poros) e ajudar a controlar o ressecamento e a oleosidade. E ele executa muito bem as funções que lhe são designadas….rsrsrsrs.

Mas tem sempre aquele produto super caro, que você viu N’s resenhas e quebrou o cofrinho pra comprar…e na hora de usar, decepção! E agora?

Bom, tem três soluções: 1 – Dar pra alguém. 2 – Tentar vender por um preço mais em conta. 3 – Misturar com um produto que dá certo pra você e usar até acabar. Confesso que eu fico com a sugestão 3, porque din din não nasce em árvore, né? E dá certo viu? Misturando com um produto que se adequa à sua pele, você nem lembra que está usando um produto “ruim”.

É muito importante que vocês conheçam a própria pele, pois só assim a escolha dos produtos vai ser cada vez mais refinada e certa. E não tem outro jeito, tem que testar. Ir na loja, passar o produtos e ver como ele se comporta no seu rosto durante um certo tempo.

Espero que tenham gostado deste post! E não esqueçam de comentar sua experiência com produtos de pele!

Bjo bjo!